sábado, 20 de junho de 2009

Tô ficando Velho!! (leia até o final...)

Tu sabe como a gente percebe que está ficando velho?
Buenas, eu percebi hoje...
Minha mãe voltou do Rio de Janeiro, onde foi passar um fim de samana de encontros de família com suas irmãs, meu primo e blablabla... e sabe o que ela me trouxe de suvenier? UM IMÃ DE GELADEIRA!!!! PelamordeDeus!!! me trouxe um imã de geladeira!!!!
A patroa ganhou uma canga, de menina da praia e talz...
O meu irmão ganhou um chaveiro fashion de havaianas desenhadas com a calçada de ipanema...
Meu pai recebeu uma camiseta bacana com escrituras alusivas à Cidade Maravilhos...
E eu...
Um dono de casa...
Um coroa...
Um Velho, recebi um imã de geladeira...
Não que seja feio...É um imã do Maracanã muito bacana, mas é a idéia... Ela pensou assim:
"-Ahh, o Rafa já tá muito velho pra ganhar alguma coisa pra ele... Ele tá na fase de ganhar coisas pra casa!" Putz! Sempre que eu falo com a minha vó ela me fala de como tão bonitas as plantas dela e eu digo como as minhas estão crescendo, sabe? Coisas de coroa.

Até aí cara, tudo bem. Eu aceito ser um velho.
Mas agora já não posso chamar meus amigos de BICHINHA!!! Por quê meu Deus????
Eu ligo pro Flavio (usando nomes fictícios novamente): "- Ô corno! Quantos já tem no time??"
"-Pô Rumba (o meu também vai ser fictício), já tem 10! Mas fala com esses baitola aí!"
"-Tá falow viado!"
"-Abraço bichinha!"
...
Entendeu? Amor à flor da pele...
Esse cara é um dos caras que eu mais amo no mundo, e ele à mim (tá eu sei que soou gay), mas esse tratamento entre nós sempre foi extremamente saudável (ou salgável).

Futebol. Baseado em fatos reais.
Giuliano (fictício) com a bola, joga muito diga-se de passagem, eu jogando no outro time, ele parado na minha frente. Ganhando o jogo. Esperando o momento de eu abrir as pernas pra me aplicar uma humilhante caneta. Eu espando o momento de aplicar-lhe uma tesourinha (de leve néuo). Ele faz seu movimento. Eu desfiro meu golpe. Caneta!... Tesoura!!!... Gritos... Estardalhaço... ELES - "-Porra, tu vai quebra a perna do teu irmão!"
Eu - "-Ahhh, pára de se bichinha!"
MEU IRMÃO - "-uihaiushiauhsiahisa, tomo uma caneta linda hein viadinho?!"
EU - "-Na próxima eu te quebro!"
Sempre foi assim...

Mas não agora!!!!!!
Agora somos adultos!
Nosso futebol tem que se resumir a toques mágicos e jogadas firmes, mas na bola! Acabaram-se os tempos em que o bonito era dar uma porrada no Moustache (fictício e em inglês!!). Já se foram os momentos em que aplicar uma janela era sinônimo de um revide na canela. Não podemos mais chamar os outros de bichinha! O moralismo chegou ao nosso futebol!!!!

CHEGA!! Daqui pra frente somos todos adultos!
Não bate-se mais! Tome a janela e cale-se, caia e esperneie seja adulto!
Ganhe um Imã e se dê por satisfeito! O tempo de chamar os outros de viadinho já se foi!
Assim como a ilusão de ganhar uma camisa do Mengão virou um mero sonho.
Chegou a vida adulta.

PS.: Usem o sagrado direito do livre arbítrio! Respondam e aguentem as consequencias!

domingo, 14 de junho de 2009

Uma carta PR'ELA

Todos os anos eu escrevo uma carta pra minha senhora no Dia dos Namorados... Estava ficando previsivel. Como esse ano eu estou mais tecnológico resolvi escrever de forma informatizada (e pra todo mundo ver). Bom, aí vai.

Nessa época do ano todo mundo fala em amor, paixão, sexo, beijo, pegada, casamento, etc... Tá bom, tá bom, compreendo que nesse friozinho o pessoal fica mais "quente", mais afável, cheio de chamegos, cheio de ronronares e finalmente, cheio de namoricos!
Bueno... Tudo isso é muito legal, e tal... Mas e o namoro?? Namoro não é só isso meu amigo! Namoro é complicado! Tu tem obrigações! Tu tem que agradar a tua patroa! E isso demanda tempo, dinheiro e mais do que esses outros dois, demanda concentração!
Tu acha que não???
Faz a prova!
No próximo dia dos namorados ao invés de dar aquele par de brincos de ouro que tu daria tu chega pra ela com uma LINDA panela de pressão pra tu ver a confusão que tu vai arrumar! Ao invés daquela viagem para Floripa, experimenta levá-la para ver o maravilhoso pôr-do-sol no Lami... Tu apanha até o próximo "Dia dos Namor"!!!

Bom com a minha patroa eu não tenho esse tipo de problema. Sabe por quê? Ela é parceira.
Pronto falei tudo!
Amiguinho leitor. Se o senhor já viu o futebol de algum dos meus amigos tu me compreende.
O Guigje por exemplo. É (e eu já disse isso a ele) um dos futebolistas amadores com a técnica mais "curiosa" do mundo. Seu futebol seria muito apreciado na Etiópia, onde os corredores são tidos como reis, mas os "detalhes" dos fundamentos do passe e chute conscientes não são levados muito a sério. Normalmete quando esse meu amigo (também conhecido como Le Gambá) marca um tento todos saem dizendo impressionados: -"Bah o jogo foi tão feio hoje que até o Gui meteu gol!" Não que não apreciemos esse novo jeito de jogar o "simple game", mas é um tanto diverso do que estamos acostumados a ver.
Todo santo sábado pela noite, frio ou calor, inverno ou verão, chuva ou sol, ela me acompanha. Vai até a zona sul e por uma (interminável) hora assiste às peripécias por nós realizadas. E isso não é tudo amiguinho, assiste e se sente (ou finge) feliz por estar naquele cenário de guerra! Ela é uma guerreira do amor! É uma amazona do companheirismo! E é disso que se trata o namoro. É por isso que vale a pena ter todo aquele trabalho do qual falei no início desta história. Tu aí por exemplo, ficaria uma semana pensando em como agradar alguém que não fizesse isso por você? Não, meu irmão, tu não perderia tempo. Tu não faria nada por uma namorada que não é tua compnheira.
Como todos os leitores desse pequeno espaço sabem, esse que vos escreve não é o que se pode chamar de "normal", mas ela me aguenta! E mais, aguenta os duentes dos meus amigos! ISSO É AMOR, MEU FILHO!

Eu sou obrigado a aguentar a rabugice de moça do Charles (vou usar nomes fictícios), mas ela não! Ele começa a trovar com aquele papo chato de que todo mundo o persegue no trabalho, ninguém compreende eu ele sofre de uma síndrome de perseguição e não sei o que... Puta merda! O cara não termina nunca o pensamento, PELAMORDEDEUS! Começa na saída da casa da patroa para a caminhada na redenção, e quando a gente chega ao arco, com aquele bando de pessoas "alternativas", achando que o assunto tá acabando, o cara dá uma guinada e reinicia tudo! Eu sou amigo dele, por obrigações impostas pela sociedade tenho que suportar e tentar auxiliá-lo em suas dificuldades cotidianas, mas ela não! Ela deveria ficar só com a parte boa de mim.
Não é o que acontece.
Ela mata no peito e sai jogando com uma classe de Falcão. Nunca deu um chutão (como aqueles do Fabio nas nossas peladas), nunca mandou meu amigo Charles a merda, nunca vomitou ao ver o Guidje jogando, nunca chineliou o Roberto (nome fictício novamente) pelas canalhices dele com as mulheres, NÃO! Ela aguenta tudo como uma LADY.

E é por isso, "solamente" por isso que EU A AMO, escolhi essa moça (e penso que ela a mim) para me acompanhar o resto da vida. Porque é disso que se trata o relacionamento, companheirismo, parceria, amizade, claro, tudo isso com o lance da paixão, o amor é isso: Uma amiga, uma companheira, uma parceira, para tudo. Eu a amo.

Big... Eu te amo, Feliz Dia dos Namorados... Feliz Mês dosNamorados, Feliz Ano dos Namorados, que fiquemos felizes pra sempre, tu me aguentando e eu pensando sempre em ti...
Obrigado por me aturar (e os malas dos meus amigos). Te amo Preta!

domingo, 7 de junho de 2009

A emoção da vida...

O que você faria se a emoção na sua vida fosse totalmente usurpada de você no momento mais impactante? O que, meu amigo?? O que faria???

Imagine amiguinho, que o senhor está em uma balada. Aquela noite fervilhante da cidade baixa, com um ar pesado, esfumaçado e cheirando a perfume de mulher, aquela música do Seu Jorge, o balanço daquela morena escultural... toda aquela coisa que o homem SOLTEIRO adora... Você se prepara, ajeita o cabelo, dá aquela "tossidinha" (urhummm urrhhuumm), para aveludar a voz, pensa naquele milésimo de segundo: -"O que que eu vou dizer?!" Está tenso. Está inseguro. Está emocionado. É aquela a adrenalina que você estava ansiando a noite inteira.
Ela está próxima. Dois metros no máximo. Você vai em sua direção com aquele olhar sensual. Preparou o melhor sorriso. É a emoção mais pura e à flor da pele que você pode sentir.

Pronto é o momento.

Sim.

Ela veio até você e do alto de seus 12 cm de salto te disse Sim. Não te deu tempo de pensar... Tu ia dizer que ela tinha os olhos mais lindos em uma área de 200 metros quadrados dali. Que a boca dela brilhava mais que uma estátua de Jade. Que o cabelo dela era mais macio que uma plantação de algodão nos alpes Suíços... Sei lá, quando chegasse lá tu decidiria!
Mas não. Ela disse SIM antes da tua fala! E a emoção??? E a batalha????

A conquista é tudo! Aí está a emoção! E ela te usurpou isso! Te roubou o direito da emoção! Do coração batendo forte. Do suor na testa. Da mão gelada. Enfim, te tirou o tesão.

Até aí tudo bem. Ela te tirou a melhor parte, mas tu vai conseguir chegar no teu objetivo. Vai levar ela pra jantar, dar um presentinho, mandar uma mensagem de paixão no meio da noite dizendo quanta falta ela te faz, e essas coisas que dizemos...

Mas essa maldade chegou ao futebol!
Aí o buraco é mais embaixo!
Eu não me conformo!!!!

Estavamos eu e minha patroa em uma lancheria na parte "Alta da Cidade", da qual não posso revelar o nome, sentados os dois em uma mesa próxima ao televisor, esperávamos pelo início da partida do Internacional contra algum oponente que não recordo o nome. Quando de repente percebemos a presença "dele".
Fardado de Colorado da cabeça aos pés, meias, calções, camisa, boné e finalmente o rádio! O rádio era do Inter. Digo isso porque este é o personagem principal dessa pequena história, o cara a ser batido, o marginal a ser apreendido. O cara que ouve o jogo no radinho!
Quem nunca odiou o cara do radinho?
Todos sabemos que a televisão não pode transmitir a partida com a mesma velocidade do rádio.
A explicação é física. A onda do rádio é mais rápida. Na televisão a imagem é repartida, enviada e recuperada no televisor, o que demora de 3 a 6 segundos a mais.
O problema é que enquanto estamos vendo a partida (e sentindo a emoção do jogo obviamente) alguns estão nos passando para tras, prevendo o futuro ali mesmo, sabendo o que vamos ver segundos antes de vermos!!!! Absurdo!! Maldade! Sem vergonhice!!

O Guina tá com a bola no meio do campo, volta para o Bolívar na zaga, lançamento para o Nilmar... Emoção a flor da pele. Dois marcadores na frente dele. O que ele vai fazer?? Passar? Driblar? Chutar a gol? Não sei. A Big não sabe. O homem do bar não sabe. Nem o Nilmar sabe!! Mas "ele" sabe. E ele conta. O Nilmar tá indo pra cima do cara quando o desgraçado grita:
-"Feito!!!!"
-"FiadaPuta!!" retruco eu, enquanto o Nilmar passa voando pelos dois, passa pro Taison, que bate a gol e mata o goleiro. Golaço. Mas eu nem vi na hora. Só no Replay.
Era só emoção. O que ele faria?? Ali era a vida. Imprevisível, qualquer coisa seria uma surpresa. Tudo que ele fizesse seria mágico. O coração batendo forte, vai ser gol?? Não vai? Ela vai dizer NÃO? Vai dizer SIM? Eu vou conseguir o emprego?? A emoção!!! É nisso que se resume a vida!
E querem tirar da gente a melhor parte da vida. Querem prever o futuro. Querem acabar com a emoção! Não! Eu digo que não! Sem radinhos no bar! Queimem os radinhos! Quebrem os radinhos!!! Que sejam banidos esses manipuladores da emoção! Que sejam esquartejados esses videntes da vida! Matem os charlatões do futebol!!!!

Na Idade das trevas as bruxas eram queimadas, acho que essa seria uma boa resposta. Queimem o homem com o rádio!!!!