domingo, 14 de junho de 2009

Uma carta PR'ELA

Todos os anos eu escrevo uma carta pra minha senhora no Dia dos Namorados... Estava ficando previsivel. Como esse ano eu estou mais tecnológico resolvi escrever de forma informatizada (e pra todo mundo ver). Bom, aí vai.

Nessa época do ano todo mundo fala em amor, paixão, sexo, beijo, pegada, casamento, etc... Tá bom, tá bom, compreendo que nesse friozinho o pessoal fica mais "quente", mais afável, cheio de chamegos, cheio de ronronares e finalmente, cheio de namoricos!
Bueno... Tudo isso é muito legal, e tal... Mas e o namoro?? Namoro não é só isso meu amigo! Namoro é complicado! Tu tem obrigações! Tu tem que agradar a tua patroa! E isso demanda tempo, dinheiro e mais do que esses outros dois, demanda concentração!
Tu acha que não???
Faz a prova!
No próximo dia dos namorados ao invés de dar aquele par de brincos de ouro que tu daria tu chega pra ela com uma LINDA panela de pressão pra tu ver a confusão que tu vai arrumar! Ao invés daquela viagem para Floripa, experimenta levá-la para ver o maravilhoso pôr-do-sol no Lami... Tu apanha até o próximo "Dia dos Namor"!!!

Bom com a minha patroa eu não tenho esse tipo de problema. Sabe por quê? Ela é parceira.
Pronto falei tudo!
Amiguinho leitor. Se o senhor já viu o futebol de algum dos meus amigos tu me compreende.
O Guigje por exemplo. É (e eu já disse isso a ele) um dos futebolistas amadores com a técnica mais "curiosa" do mundo. Seu futebol seria muito apreciado na Etiópia, onde os corredores são tidos como reis, mas os "detalhes" dos fundamentos do passe e chute conscientes não são levados muito a sério. Normalmete quando esse meu amigo (também conhecido como Le Gambá) marca um tento todos saem dizendo impressionados: -"Bah o jogo foi tão feio hoje que até o Gui meteu gol!" Não que não apreciemos esse novo jeito de jogar o "simple game", mas é um tanto diverso do que estamos acostumados a ver.
Todo santo sábado pela noite, frio ou calor, inverno ou verão, chuva ou sol, ela me acompanha. Vai até a zona sul e por uma (interminável) hora assiste às peripécias por nós realizadas. E isso não é tudo amiguinho, assiste e se sente (ou finge) feliz por estar naquele cenário de guerra! Ela é uma guerreira do amor! É uma amazona do companheirismo! E é disso que se trata o namoro. É por isso que vale a pena ter todo aquele trabalho do qual falei no início desta história. Tu aí por exemplo, ficaria uma semana pensando em como agradar alguém que não fizesse isso por você? Não, meu irmão, tu não perderia tempo. Tu não faria nada por uma namorada que não é tua compnheira.
Como todos os leitores desse pequeno espaço sabem, esse que vos escreve não é o que se pode chamar de "normal", mas ela me aguenta! E mais, aguenta os duentes dos meus amigos! ISSO É AMOR, MEU FILHO!

Eu sou obrigado a aguentar a rabugice de moça do Charles (vou usar nomes fictícios), mas ela não! Ele começa a trovar com aquele papo chato de que todo mundo o persegue no trabalho, ninguém compreende eu ele sofre de uma síndrome de perseguição e não sei o que... Puta merda! O cara não termina nunca o pensamento, PELAMORDEDEUS! Começa na saída da casa da patroa para a caminhada na redenção, e quando a gente chega ao arco, com aquele bando de pessoas "alternativas", achando que o assunto tá acabando, o cara dá uma guinada e reinicia tudo! Eu sou amigo dele, por obrigações impostas pela sociedade tenho que suportar e tentar auxiliá-lo em suas dificuldades cotidianas, mas ela não! Ela deveria ficar só com a parte boa de mim.
Não é o que acontece.
Ela mata no peito e sai jogando com uma classe de Falcão. Nunca deu um chutão (como aqueles do Fabio nas nossas peladas), nunca mandou meu amigo Charles a merda, nunca vomitou ao ver o Guidje jogando, nunca chineliou o Roberto (nome fictício novamente) pelas canalhices dele com as mulheres, NÃO! Ela aguenta tudo como uma LADY.

E é por isso, "solamente" por isso que EU A AMO, escolhi essa moça (e penso que ela a mim) para me acompanhar o resto da vida. Porque é disso que se trata o relacionamento, companheirismo, parceria, amizade, claro, tudo isso com o lance da paixão, o amor é isso: Uma amiga, uma companheira, uma parceira, para tudo. Eu a amo.

Big... Eu te amo, Feliz Dia dos Namorados... Feliz Mês dosNamorados, Feliz Ano dos Namorados, que fiquemos felizes pra sempre, tu me aguentando e eu pensando sempre em ti...
Obrigado por me aturar (e os malas dos meus amigos). Te amo Preta!

2 comentários:

  1. Muito bonita a atitude, realmente devemos dar valor a mulheres assim, bem como aos amigos... Até mesmo àqueles que possuem como hobby chinelear os eternos companheiros, que assim como a SUA patroa o aturam em todos os momentos, sejam bons, ruins, de forma.. uni ou pluri...

    Salguei

    ResponderExcluir