quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Capítulo 5 & 3/4!! - "Solta o Braço Charlie!"

Após mais um fim de semana no mínimo conturbado estilo "semdestino.com.br", voltei ao filosofias cheio de idéias confusas, mas desta vez não hesitarei, não arredarei o pé antes de terminada minha missão com este blogspot.

Então, sem muitos rodopios vai lá a pedrada, digo a salgada:

Após os resmungos de Moustache, que enfim aceitou a embriagada companhia de Lujiano nesta saga em Kronenbier, quero dizer Sombrio, Contrinha deu o braço a torcer e largou mais uma das canções do Sisao que versava mais ou menos assim: "- Nobody knows the way it's gonna be..."
Antes de chegar no BE da canção, Contrinha foi acalentado por um supapo de Charlie.

Naquele exato momento todos que estavam ali presentes escutaram uma voz que veio do além que se misturava na cantoria de Contrinha, porém, a voz era muito parecida com a de Galvão Bueno narrando aquela bola levantada por Bruno Resende e cortada por Giba numa final de Grand Prix de Volei, a única diferença era que para o azar de Contrinha a bola foi a cabeça dele e a voz dizia: "- SOLTA O BRAÇO CHARLIE!!!"
E Charlie soltou mesmo. Soltou o braço sem piedade jogando Contrinha na lona. Charlie estava à beira de um colapso mental tentando encontrar uma saída para o seu maior problema: a cerveja(ou seria solução no caso dele). Mas de nada resolveu Charlie descontar sua fúria em Contrinha, foi mais uma carcaça para carregar em seu lombo já que Guile não havia reagido, continuando seu sono de Droga adormecida...


Capitulo 6 neste mesmo blog, ou em qualquer lugar!!

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Capítulo 5 e meio! - "Uma chance para Lujiano"

Em relação ao capitulo 5 da Incrível saga destes garotos na Caverna do Salgão, vou deixar aqui minha colaborção na história.

Sei que não tenho a mesma volúpia que meu irmão Rafael com as palavras, onde ele lida com elas com a mesma maestria de um chapista do speed (speedão da morte para os íntimos) fazendo as palavras parecerem espátulas deslizando fáceis pela chapa, como os pés de uma bailarina do ballet Bolshoi pelo pelco dos mais ilustres teatros do mundo.. Sei também que será difícil alcançar a mesma qualidade das dissertações do meu querido amigo Mão, mas tentarei...

Aí vai...
Enquato os jovens seguiam em direção à fumaça no cume do morro eis que Lujiano ergue sua carcaça e segue em direção aos maltrapilhos. Lujianocomeça a gritar, poderia se dizer que o jovem estava mais uivando como um lobo na floresta do que gritando.

-Aaaaaaaaaaaaauuuuuuuuuuuuuuuuuuuu. - Uivou Lujiano. e Prosseguiu..- Qué sabe vô coseis derrota esse tal de imperatriz..- hurrrrp, soluçando continuou- Esse cara num tá com nada, vô chega lá e a geripoca vai piá feio pro lado dele.

Contrinha ficou meio abismado, primeiro com a embriaguez do menino, depois pela extrema sabedoria que o jovem trazia no brilho de seu olhar, entao comentou com Salgmano, outra pessoa de exímio saber:- Porra Salg, será que era de leva essa bosta junto cumnóis nessa caminhada?Logo que Salg recebeu a informação demorou alguns segundos para dar uma resposta ao seu companheiro Contrinha, isto devido a falta de alcool em seu organismo já q se estivesse breaco responderia no ato.. Passados os segundos Salg mesmo com seu organismo debilitado por n ter sequer uma gota de alcool conseguiu dar uma resposta a altura da pergunta. E assim Prossegiu: "- O guri é parecido cmg mesmo n deve se dos ruins..."

Já que Moustache n conseguia pronunciar nem sequer uma palavra resmungou de forma que obviamente nenhum de seus companheiros entendeu (uma parada pra eu dar uma risada heahheaueai) percebia-se que o resmungo de Moustache foi pela primeira vez diferente dos outros, parecendo dar uma chance ao garoto preso em Sombrio (Sombrio n é a praia do Bira, aquela que o cara ia atravessa o mar à nado? mais uma pausa da risada heauuheaui). Bá tenho q saí mas termino ainda hj...