domingo, 2 de maio de 2010

Congratulações.

Parabéns Grêmio!

O Campeão Mundial deste ano no Rio Grande do Sul. Sim!

Depois de um jogo com catimba, pancadaria, chutão para fora e tudo o mais que tem direito uma grande final, a equipe da Azenha sai vencedora, talvez do único torneio vencido pelo tricolor este ano. Pois, convenhamos, daqui para frente temos o campeão gaúcho jogando a Copa do Brasil, que provavelmente será vencida pelo Santos, e o Campeonato Brasileiro, no qual com certeza esta mesma equipe coadjuvará (como já vem fazendo a muitos anos).

Vou além. A equipe que vence um torneio de 4 em 4 anos deve comemorar desta forma. Campeão do Mundo!

Pode parecer, mas não se trata de grande ironia. Os amigos leitores deste espaço me conhecem a ponto de saber que para este modesto escritor de resenhas futebolísticas todo e qualquer campeonato, torneio ou copa, tem o peso e a importância de uma Copa do Mundo.

Não só torneios. Tanto é verdade que na Arena Zona Sul, todos os sábados, das 16 às 17 horas, tenho a minha Copa. Jogo como se estivesse na final na África do Sul. Quero vencer como se fosse a Argentina do outro lado. E odeio perder como se fosse o Grêmio do outro lado.

Sendo assim, fico triste com a derrota do Internacional.

Gostaria muito de vencer o Gauchão, este maravilhoso e importante torneio! Não deu.

Vejamos o lado bom. Em não vencendo o Campeonato talvez, e só talvez, o Presidente mais cheio de soberba e mais arrogante da história do Inter veja que ele também erra. Talvez perceba que errou ao contratar Alecsandro. Errou ao trazer Fossati. E outros erros catastróficos.

A derrota ensina. A vitória mascara.

O Grêmio, ao vencer o Gauchão, perde a oportunidade de perceber o quão fraco é Leandro, e a falta de qualidade de seus laterais. E assim joga fora a chance de ser campeão de qualquer outro campeonato este ano. Essa é minha felicidade hoje. Dá-lhe Grêmio.

Vejamos o jogo de sábado.

Um empate. No papel, um empate. Mas em nossas consciências não. Em nossas consciências (aqueles que tem) sabemos muito bem que a equipe capitaneada por mim saiu vencedora.

Vencedora por estar na frente do placar da partida por dois gols até o momento em que Tchutchuca, o nosso Guiñazu, saiu de campo machucado. Sim amigos ele se machucou. Não fisicamente, mas em seu coração.

Triste como um homem pode ser ferido em seu coração por um amigo tão próximo, quase um irmão. Durante o jogo as repetidas roubalheiras e pataquadas do capitão da equipe adversária, deixaram nosso jogador tão fora de si, que este deixou o campo e foi a pé para sua residência.

O empate não escancarou a falta de espírito esportivo do adversário. Deveríamos ter perdido.

Me deixou desconfortável a cena do moço caminhando de cabeça baixa na Estrada da Serraria em direção à Vila Nova. Neste momento percebi que não sou o único que jogo uma Copa do Mundo na Arena Zona Sul. Tentei dar uma carona ao meu colega de equipe, mas ele recusou minha gentileza.

Estava certo. Só um momento consigo mesmo e sua própria consciência para digerir tamanha traição.

Um empate não mascara. Um empate não ensina.

Parabéns Grêmio, e feliz 2011, pois este ano, para você já terminou.

4 comentários:

  1. Tu ta loco Pumba.. O Jogo não ficou empatado, nos ganhamos de 1 a 0, 8 a 7..apesar de a minha defesa ter me abandonado!heheh..Qt ao Gaynal..esta perfeito o texto..conseguiu pegar todos os pontos cruciais! Foi bom eles ganharem um título depois de taaaaaanto tempo..clubezinho ridiculo mesmo!Ao menos conseguiram colocar pra fora tudo que estava trancado no coraçãozinho deles..hehehe IHNTERNACIONAL CAMPEÃO DE TUDO ETERNAMENTE

    ResponderExcluir
  2. Pô então me desculpa... Mas a cena do Thutchuca indo embora desconsolado por ter rompido um relacionamento de anos com o Henry, me deixou com tanta pena dos dois que tentei amenizar a situação com um empate.
    Tu sabe né... Um empate nem fede, nem cheira.
    sauhsiasihisahiusa

    ResponderExcluir
  3. Pobre tchutchuca..ficou magoado pq o henry pede falta até quando respiram perto dele..heheheh! Mas já ta recuperado, dei um telefonema pra ele e ele me garantiu que na próxima partida estará 100% novamente..já sobre a caminhado pós jogo, falou tchutchuca que faz parte do treinamento que lhe foi passado por Leoncio, nosso Chefe de Departamento Médico-Fisico do grande FC Zona Sul.

    O Presidente.

    ResponderExcluir
  4. ahiuhaihaishiashiuhasihsi

    Bah Presidente, fico muito mais aliviado. Realmente agora que tu esclareceu a cena, recordo que o atleta Tchutchuca levava consigo uma garrafinha de repositor energético, estranhamente o tal epositor trazia no rótulo os dizeres "Johny Walker". Mas é um gênio esse Leôncio!

    ResponderExcluir