terça-feira, 13 de abril de 2010

Questão de Prioridades

“-Ai, que inferno! Aquela banca desgraçada me colocou pra fazer prova lá na zona norte!! Que droga!”.

Era a vigésima oitava vez que a patroa me reclamava devido à péssima escolha de local de prova do concurso que ela foi fazer. Algo que eu não tinha o mínimo poder de mudança. Mas já percebi. Ela fica nervosa com essa besteira de futuro, de se dar bem na vida, enfim, detalhes, e como eu estou mais perto…

Enquanto ela bufava de raiva por causa de besteiras, eu me roía de ódio por razão muito mais importante!

O futebol!

Perdi uma partida ridícula contra uns amiguinhos do Henry. Primeiro que o embate foi depois de onde “O Judas perdeu as botas”, tão longe que o Dudinha (que reside depois de onde o vento faz a curva) se surpreendeu. PelamordeDeus! O jogo foi tão bagaceiro, que um dos adversários jogou os 20 minutos finais da peleja de pés descalços! O famoso Pé-de-cachorro! Uma chinelagem nunca dantes vista! Um outro, o zagueiro deles, jogou com o relógio da xuxa! E o goleiro usava uma peruca igual ao do Batistuta nos anos 90. Nunca passei tamanho vexame!

Isso foi no sábado. (Mas a patroa me atucanou a semana inteira por causa do concurso)

Eu também fiz o tal concurso, mas sou um cara seletivo quanto às preocupações. Jamais esquentaria a cabeça com coisas tão sem importância. Estava louco mesmo com a tal partida! Não dormi. Comi pouco (apesar da forma que diz o contrário). Um coitado!

Foi assim que fui para a prova. Desacreditado, com pena de mim mesmo, com fome, com sono, mal.

Mas era outro dia. Domingo. Dia lindo. Aniversário da minha vovó.

A prova foi tranquila. Surpreendentemente eu tinha uma noção (pequena, mas tinha) do assunto sobre o qual a prova falava. Lia as questões e pensava: “já ouvi isso em algum lugar…”. Não fui de todo mal. Terminei a prova em uma hora e meia! Um recorde para mim. Nunca havia ficado mais de uma hora em prova na vida! O dia iniciava bem.

Fui para o aniversário da minha avó. Lasanha! Adoro lasanha! Principalmente depois que minha avó começou a retirar o plástico que protege a massa da lasanha antes de assá-la (sim, por algumas vezes tive uma surpresa plástica durante a mastigação). O dia seguia muito bem.

Mas foi nesse momento que o dia ficou 100%!

Meu irmão me liga e diz com sua voz de eterno bagaça da Cidade Baixa: “-Aí Rafa, me busca aqui num torneio. Tenho que almoça pra voltá de tarde. Vamo te contratá pra segunda fase! Contrato de emergência!”. Fui.

Cara. Fazia mais de um ano que não jogava campeonato. Avisei pro Juliano. Estava acostumado com a pegada da Redenção. Não sabia mais o que era jogar com outro juiz em campo (além de mim, é claro). Comecei muito mal. Me arrastando. Mas fui entrando no ritmo da equipe: ZÉ PNEUS. Sim amigos.

Dois jogos depois e estávamos na final. Até ali atuações apagadas, apenas ajudando a equipe na marcação, ficando mais tempo no banco do que em quadra. MAS ERA A FINAL.

Joguei como sempre jogo. Final de mundial. Brasil x Argentina. Não importa o adversário. Eu gosto de batalha!

Entrei no meio do primeiro tempo e não saí mais. Pelo menos até que o juiz me pedisse gentilmente, com seu braço erguido e com o lindo cartão encarnado em sua mão. Quase um convite para jantar. Sim senhores. Fora expulso. Não importava mais. A equipe era muito boa, não tínhamos como perder.

E enquanto eu tinha essas preocupações totalmente indispensáveis minha senhora queimava seus neurônios naquela besteira de prova.

Por isso que eu casei com Ela!

Questão de prioridades.    

6 comentários:

  1. É um salg. mesmo, rsrs.

    Mas qro ver o dia q a tua patroa passar num desses conc. bom do judiciário, aí qro ver. Agora... qto a preocupação dela com o deslocamento, realmente, não é sempre; é besteira se atucanar com isso.

    ResponderExcluir
  2. Pobre Big..heheh! Bah graças a Deus que eu escapei desse jogo do Henry então..bem que eu pressenti que era furada das grandes..hehehe! Vindo do Henry não podia ser boa coisa! Sabado voltaremos à Arena Zona Sul.. Pato

    ResponderExcluir
  3. bah o cara caiu mais que goiaba madura!
    jogo terrível!
    mas a minha volta por cima veio a galope!
    O GRANDE torneio do Nonoai TC!
    suiahsiahsiahisuhauisa

    sabadão tamo la!

    ResponderExcluir
  4. o rafa e é mto arriado mesmo ainda encontro ele na lima e silva famosa rua da nossa imortal cidade baixa e me vem com esse papo "sabado jogamo o torneio la no nonoai, faxinha no peito e tal" hahahahaha dale rafa isso ai...

    ps. fossati tira o alecsandro pela mor de deus!!!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Rafa!! Sei que você é um rapaz muito ocupado, mas nao deixe de postar os novos acontecimentos. Léa

    ResponderExcluir