domingo, 7 de março de 2010

Eu disse que dava uma salgada…

     Meu amigo e autor do blog co-irmão do Filosofias Renatito (ou R.Saja como ele gosta de ser chamado) me disse, ao ver o novo layout desse diário cibernético, que a foto encabeçando este o leva a várias lembranças, ao que lhe respondi: “Essa foto dá uma salgada…” Pronto.

 

  Ainda no espaço internético a qual me referia, R.Saja falava sobre o tempo, e como ele é diferente para uns e para outros. Versarei sobre o tema do tempo, e por incrível que possa parecer, concordo plenamente com esse goleiro de vôos magníficos. O tempo é totalmente diverso nas formas como age.

 

Vejamos na foto em questão:

Primeiro falarei da minha pessoa. Nessa época sofria da síndrome do recém-namorado. Aquela onde o cara dá uma relaxada e como um balão ligado à uma mangueira de gás hélio, enche e fica redondo. Passou…

  Seguindo da esquerda para a direita temos Lilian, digo Lilo. Na data da foto tenho a impressão de que o moço ainda não tinha alcançado os 35 quilos, tal era sua forma de solitária (aquela lombriga pra quem não está habituado com a nomenclatura), nem tampouco a condição de iniciado no sexo… Eu acho…

  Roberto, digo Renato: Naquela época o cara ainda se alimentava de carne e não era um eco chato (nem catava mariscos na praia, não permitindo sua reprodução, bom deixa pra lá…), mas o tempo o fez bem também, agora é um cara apaixonado (algo inimaginável àquela época).

Dili… Bom com este o tempo foi um pouco insensível. Está, digamos assim, com um “look mais experiente”, o que algumas vezes o ajuda com as garotas, mas eu penso ser um pouco desagradável aos olhos.

Cachorro. Dizem que Deus é pai. Mas com o cachorro o tempo foi um Paizão, porque com 38 anos é difícil ter aquela carinha de 29!

Dudu… O tempo fez dele um gurizinho magrelo e feio, um negão magrelo e feio, que tá surfando muito.

E o Fox na época da foto ainda não tinha feito aquele moicano canalha!

 

Bueno… Vou além da foto!

O tempo para alguns de nós passou e para outros parece que não. Teta por exemplo, continua um gordinho canalha que quando entra em campo todos dizem: –“Ahh pára… Esse gordinho não joga nada!” Aos quais o cara responde com uma bicicleta, ou um petardo do meio da quadra. Charlie continua o mesmo motorista de carrinhos voadores. F. Pato, a nova sensação do gol, quando está na linha segue fazendo seus lançamentos sem nenhuma direção ou objetivo.

Pois eu… Bueno. O tempo é tão maluco, que agora estou escrevendo num blog e tenho até Twitter!

O tempo é inexorável. (seja lá o que isso signifique!)

6 comentários:

  1. Heheheheh, boa, boa Salgada, mas incrivelmente (pelo menos sob a minha percepção) dessa vez o Sr. foi até brando.. Seria o Tempo que estaria deixando o Ilustre Colega Bloggeiro assim, mais amistoso em suas salgadas?

    Há quem diga por aí q soou um pouco estranho a análise sobre o seu amigo Teta (apelido sugestivo, por sinal)... Se bem conheço nosso querido brother Charlie (sumido, aliás...por andas, Negro?), este diria que trata-se de um namoro paralelo do Sr.

    Saudações.

    www.oceanopensante.blogspot.com


    No Twitter: http://twitter.com/oceanopensante

    ResponderExcluir
  2. Porra pior que o tempo passa mesmo..e as coisas mudam! Podemos pegar o exemplo do 3 cara da esquerda para direita direita então, soh para variar um pouco..hehehe! Há 16 anos atrás era um gordinho, chato, timido, playboyzinho vindo de colégio particular, não pegava ninguém, soh comia cachorro quente, pizzas, bolachinhas recheadas, hamburguer com os mais variados tipos de CARNES...etc, etc..Há 11 anos atrás, já não era tão gordinho, já não era tão timido, começou a pegar umas mininha aqui outra ali, começou a tentar surfar e pah..ai passaram mais uns aninhos e cara pegou o gosto pela coisa, se transformou num dos maiores fénomenos da historia da CB, pegador e caçador nato, com um olhar de tigre nas ruas sombrias e frias de invernos do bairro cidade baixa, colecioando muitas e muitas onquistas..COMIA AQUELES LANCHES DELICiOSOS da CB, com muita carne e td mais q tinha direto..tomava aqla ceva, e mais impressionate de td, e q era aguardado por todos nós, principalmente por mim, pelo pumba e pelo seu Falcão, o cara depois de algumas tentativas MUITO, mas MUITO frustradas diga-se de passagem, resolveu se atirar de cabeça "literalmente" no mundo do futebol...heheheh! E hoje em dia é um dos nomes mais comentados dos campos da várzea de porto alegre, o GRANDE R. SAJA..pena que começou com essas bixiches de como isso, não como aquilo..o que me deixa muito preopado, pq se o cara comia todos os tipos de CARNES E ALIMENTOS EXISTENTES e agora passou a não come-los mais por frescura..espero que essas frescuras não se estendam para outras coisas que no passado ele também não comia..e o cara resolva mudar para algumas opções mais excêntricas..hehehehe!! Mas o mais importante é q o tempo passa e nós tamo ai td junto..heheheh

    ResponderExcluir
  3. Excelente senhores!

    Não R.Saja... Não me quedei mais brando com a idade, e nem, tampouco, estou flertando com nosso colega de futebol Teta. O grande lance é que, como o meu discurso anterior vinha dizendo, estou agora um tanto quanto mais moderado. A vida vai nos modelando e deixando adequado aos padrões aceitáveis da sociedade. É claro que agora não farei mais o sucesso que já obtive em outros textos mais escrachados. Mas agora também não serão as minhas, as palavras que destruirão amizades ou relacionamentos.

    E tu. F.Pato! Estás corretíssimo! Com uma única ressalva. Esqueces-te de mencionar os métodos escolares do Protásio Alves na educação do menino em questão! Tais métodos receberam honra ao mérito no quesito criação de chinelões!

    ResponderExcluir
  4. Ora, ora.
    O rapaz chamado Fábio aponta três indivíduos a serem analisados sob a ótica "passar dos tempos", mas sorrasteiramente se deteve em apenas um nome.
    Td bem, o tempo me ensinou a tr a tranquilidad necessária p/os momntos + críticos,como nos comntários dpreciativos ao final da Salgada do Sr. Fábio. Acostumei-me tbm, como já afirmado nest espaço,a ser alvo d críticas e julgamntos,portanto,as falácias sobr as consequências da m/mudança alimntar e um suposto reflexo em outras prdileções não m abalam.
    Data vêmia (com o devido respeito, p/quem não é da área jurídica),aproveito o espaço p/fazer m/defesa.
    Fábio (ou F. Pato): Lembro até hj dos nossos primeiros dias d aula,na gloriosa Escola E. Ceará. Depois de um primeiro ano conturbado, o q se agravou após, não intencionalmente, eu ter rasgado sua camisa vermelha do Internacional (ahhh, como foi bom!...)durante o recreio,nossa amizad cresceu.O tempo dfinitivamente fz surgir uma das amizads + marcantes d toda história;estamos estudando juntos at hj,na faculdade. Amizad verdsdeira essa,entretanto isso não m imped d salgar est rapaz loiro,d péle clara,q não pod encostar os pés na areia não sei por qual razão.
    O tempo não foi mto honesto com ele... O manteve c/uma carinha feia,d bicninho da goiaba.Fábio at´tentou os + variados cortes d cabelo, o q m faz recordar do já distante ano de 2002, Copa do Mundo Córeia dp Sul-Japão, Brasil Pentacmepão,qdo dias dpois d acertar um novo "Vizu" no belo,o cara deu d cabeça no teto rebaixado da escada do m/edifício... Teve que pelar a cabeça,aos prantos,devido ao desfazimento do novo molde capilar q adotara.
    Sucesso c/as mulheres ele sempre teve, não posso negar,mas d uns tempos p cá, insiste em namoros isolados.Dizem por aí q o cara não aguenta sozinho mto tempo,o q lhe faz debruçar em relacionamentos q difícilmente os amigos possuem acesso. Mas td bem... nos últimos tempos ele tm mudado realmente, aparecendo + vezes com sua patroa nos encontros da galera.
    Um cara q realmente m dá força p/o futebol, sempre m incentivou e prestou auxílio nas faaes de bola murcha. Só não entendo uma coisa... Parece q o tempo vem convencendo ele d q suas atuaçõe na linha estão cada vez + prejudiciais ao time, seria isso q o faz, no momento,tentar desbancar seu próprio amigo da titularidade absoluta das goleiras da Arena Sesi (ou Sesc, nunca lembro ao certo)?
    O Tempo... Ah, o Tempo...
    Fez do Sr. Pumba Rafael, autor dest espaço, um Professor no sentido literal da palavra. C/ele aprendi algumas coisas, como por exemplo... "Não t estressa... Sieeempre dá tempo p td....", e assim aprendi a ser + paciente ao esperar caronas,em ficar tranquilo nos momentos em q temos vontade d dizer "fodeu, meu irmão, rsrsrsrs".
    O tempo fez desse cara um rapaz + esperto, diferentemente do tempo q o conheci, nos anos de 1999 e 2000.Era um baixinho, ligeiramente roliço, q acumulava trapalhadas e idiotices nas + variadas situações... c/as garotas da época, nas festas, nas geladeriras da própria casa, nas matérias do 2º grau q ele simplesmente esqcia de fazer...
    Hj, passado certo tempo, esse cara é um grande Esposo para sua amada, pelo q noto, ao menos; cozinha, faz fogo, assa o q tiver pela frente, ajuda os amigos nas hr$ ruíns, e, como ele memso diz, vem sendo mais moderado em seu próprio blog.
    Mas continua um cara engraçado, com aquele jeitão de muleke, pronto p qqr salgada.

    Enfim, o Tempo... Gosto dessa palavra. O Tempo p mim significa + do q uma palavra, mas isso é puuura folosofia do Renatito, e agora não qro dissertar sobre o q é, ao fim, o Tempo p/mim em uma concepção filosófica-espiritual.

    O q importa mesmo, é q passados mtos anos, Tempo, a amizade q tnho c/esses dois merdas aí de cima é algo mto bacana - bacana é termo de véio, eu sei, mass eu gosto -. São amizades q espero manter por toda vida, c/ou s/carne, defendendo ou não cada bola desferida a m/goleira.

    Usando das palavras do Marreca do Alemão, "O que importa é q o tempo passa e nós tamu aí, td junto".

    Saudações, Salgadas, e Dropadas p vcs!

    ResponderExcluir
  5. Observação:

    Realmente, qto aos métodos educacionais do Col. Protásio Alves, a estes não cabe questionamento algum!

    ResponderExcluir
  6. hehehe..mto boa mesmo Saja! Tirando a parte do feio neh, mas compensou admitindo que o véio sempre foi xarope com elas..heheh! Estou sem tempo hj..mas voltarei em breve para a réplica... F.Pato

    ResponderExcluir